Pinguim Tagarela | Cultura pop e nerd a uma tagarelice de distância! Reparos | É um show de aventura e representatividade nerd feminina - Pinguim Tagarela
Tecnologia do Blogger.

Reparos | É um show de aventura e representatividade nerd feminina



A HQ é do roteirista e ilustrador Brão Barbosa, que possui outros dois quadrinhos: Jesus Rocks e Feliz Aniversário, Minha Amada. Com 84 páginas, Reparos mistura drama e aventura, além de nos apresentar uma história real do autor.

Sinopse:

Uma amizade entre uma garotinha e um velho ranzinza. Como eles encontram perguntas e respostas no meio de uma oficina bagunçada.
As ilustrações e roteiro são de Brão, mas não podemos deixar de prestigiar as cores da Mariane Gusmão, que com uma ótima seleção, consegue dar vida a toda a nostalgia que a história possui, ajudando a nos remeter a uma época gostosa de nossas vidas, a infância. Quem nunca teve um grupo de amigos desenvolvendo narrativas criativas e fantasiosas em busca de aventura? Em determinado momento, recordamos de nossas próprias lembranças e isso traz uma forte nostalgia e conexão com Reparos.As cores são vivas, bem coloridas e expressam bem esse sentimento.

A leitura é rápida, mas não deixe-se enganar, é sobretudo uma leitura profunda, humana e carregada de emoções, capaz de te levar do sorriso bobo às lágrimas mais sinceras. É tocante e fala conosco de formas bem individuais. No entanto, ficamos triste mesmo com apenas uma coisa, o quão rápido acaba e o tanto que gostaríamos de ter mais. Mas, veja bem, isso pela qualidade da obra, não por falhar em contar a história, em 84 páginas a trama se desenvolve de forma magistral.



Os personagens são bem carismáticos, principalmente Eunice e Ravid. Nossa protagonista é uma nerd nata, que tem uma relação de amor com a engenharia, ou seja, consertar e reparar coisas. Inclusive, almeja a aventura de montar um foguete. Com traços encantadores, ilustrações lindíssimas e muita referência a cultura pop somos introduzidos ao universo de Eunice. Uma garota que é bem desenvolvida e ocupa um dos principais focos da trama, se mostrando independente, traz uma representação para todas as meninas que gostam de elementos que dizem ser de meninos. Quebrando, assim, os esteriótipos de gêneros, Reparos nos apresenta tudo de forma leve, enquanto nos envolve, nas entrelinhas, conversa, nos ensina que não existe isso de coisa de menino, coisa de menina. Existe pessoas e elas são mais complexas do que máquinas. Pessoas são seres particulares, não tem como definir todo mundo em um molde só. E isso é incrível.

Como é algo comum a essa época de nossa vida, Eunice demonstra interesse romântico por outro menino, no entanto, isso não é, de nenhuma forma, algo relacionado a trama central, pelo contrário acaba sendo um elemento bem secundário, apenas para mostrar que isso é uma das coisas que acontece em nossas vidas, não a principal, muito menos aquilo que deve nos definir.

A relação de companheirismo, de amizade e de compreensão são o que tomam o protagonismo da história, vemos crescer uma relação que começa como um tutor e se estende a família, nos mostrando que esta não se faz apenas com laços sanguíneos, mas com relações de mútuo envolvimento, amor e preocupação. Reparos nos revela também o quão importante é essa identificação com o outro, o quanto precisamos de referenciais e pessoas que nos tragam representatividade, isso permite que possamos nos construir como pessoas individuais, mas também como um coletivo, passando até mesmo a construir uma melhor visão sobre nós mesmos.



Uma das mensagens que mais se destacam é, no entanto, a de que não são apenas as máquinas que precisam de consertos e reparos, uptades, mas nós também e precisamos sempre estar nos renovando, revendo nossos preconceitos, seja de quem for ou do que for, precisamos todos de reparo. 

O quadrinho é para todas as meninas que crescem ouvindo que não podem gostar disso ou daquilo por ser coisas de menino, Eunice está aí para nos mostrar que podemos gostar de tudo, as coisas, os objetos não possuem gêneros e como seres humanos temos a pluralidade de gostar de coisas variadas que não se restringem ao nosso gênero. Seja mecânica, física ou qualquer coisa que insistem em dizer que não são para nós, temos uma novidade é para nós sim!

Quem ama uma boa hq independente não pode deixar de conferir, na verdade, é para todos aqueles que simplesmente gostam de ler algo gostoso de acompanhar, com muita sensibilidade e uma boa história para contar. Reparos tem tudo isso e muito mais.

Por isso, o quadrinho amorzinho recebe:


(5 de 5 pinguinzinhos)

•••

Nota da Pinguim: Brão disponibiliza a obra gratuitamente em diversos formatos, mas quem tiver a oportunidade de comprar saiba que tem o selo de qualidade da pinguim e vale muito a pena até mesmo para presentear alguém que assim como você ama uma boa hq. 

Tagarelem conosco, se identificaram com a Eunice? Vão ler Reparos?

•••

Acompanhe a Pinguim mais nerd e Tagarela das Redes Sociais:


Até a próxima tagarelice e lembrem-se meninas, mulheres vocês podem ser e gostar de tudo que quiserem.

Veja Também

0 Tagarelices

comentário(s) pelo facebook: