28/09/2016

How to Get Away with Murder | Humanização dos personagens, representatividade e mistério

| |


Provavelmente você já deve ter se deparado com o nome dessa série, principalmente pelas redes sociais, foi assim que a pinguim a descobriu. Todo mundo falava tanto dessa série, que pensei "tenho que saber sobre do que se trata" porque sou dessas. E não me arrependo, teria feito de novo, confesso. Devorei a primeira temporada em um final de semana e depois passei a acompanhar semanalmente a segunda temporada. Então, nesse post tentarei abordar tanto a primeira quanto a segunda, mas calma que vai ser de uma forma geral e:


"How to get away with murder" é uma série de drama e thriller de suspense, que atualmente está em sua terceira temporada, tendo essa estreado dia 22 de Setembro. Cada temporada possui 15 episódios, de aproximadamente 45 minutos.

Você deve estar ansiosa (o) para ler a sinopse, então aqui vai:


Uma das características mais marcantes da trama é o plot twist, pois existe vários ao longo da série. A história vai se revelando, se desenrolando e te surpreendendo, constantemente somos pegos de surpresa por não estar esperando por aquele acontecimento. A maneira misteriosa de contar e o próprio mistério que o enredo carrega faz com que a curiosidade seja despertada nos espectadores. Portanto, a cada episódio algo é revelado e ao final de um você já está querendo o próximo, loucamente. Apesar, de possuir várias revelações ao longo dos episódios, o mistério central da temporada mantem-se em segredo até o último momento e só nos é revelado ao final da mesma. Mesmo que muitas perguntas já tenham sido respondidas, novas surgem e isso é uma tortura, mas acreditem é uma tortura muito boa!



Os  personagens são bem complexos e isso é incrível, pois nós somos assim. Cada um tem seu papel relevante na trama e ninguém fica de fora, todos contribuem de alguma forma para a construção da história. Algo que agrega tanto para a série é possuir uma representatividade maravilhosa, pois existe o empoderamento da mulher através da personagem principal, que é a Annelise, uma das mais badass, que inclusive é negra; há personagens homossexuais, negros e uma latina, que também são figuras chave para o desenvolvimento da trama. É interessante ver as minorias presentes em diferentes âmbitos dentro da série e a forma como são representados.

Já me aproveito desse momento para dizer que Viola Davis (Annelise Keating) rainha, o resto nadinha, mas sério essa mulher atua bem demais, a gente consegue sentir a proporção das coisas que a personagem sente através dela, isso torna a humanização da personagem muito grande. Inclusive, já que entrei nesse assunto, tem uma cena em que a Annelise aparece retirando sua maquiagem, peruca e demais adereços que ela usa para se fortalecer, como uma armadura, então nesse ato vemos que a advogada forte e corajosa é humana também e tem sua vulnerabilidade assim como todos nós. Além da humanização, a série fala sobre pessoas e as retrata como não sendo perfeitas, isso é bem próximo da realidade, pois foge da idealização de personagens heroicos e se apega a personagens comuns, com problemas reais e cheios de defeitos, mas também com várias coisas boas. E, a pinguim, acha isso uma das melhores coisas da série!



Outra coisa muito interessante em "How to get away with murder" é que em cada caso, vemos as sessões no tribunal e os recursos legais e ilegais que os protagonistas utilizam, isso nos permite observar como funciona as coisas por trás das cortinas. Acredito que os responsáveis pela série fazem uso disso de uma forma bem dinâmica e transformam essa experiência em um algo a mais para o enredo. Há dramas pessoais de cada protagonista que se desenvolvem junto com a trama e com isso é possível que temas "polêmicos" e importantes consigam ser abordados como, por exemplo, traumas, abuso, racismo, homossexualidade, preconceitos, doenças sexualmente transmissíveis e até mesmo sexo de uma forma livre de tabus, isso tudo enriquece muito a série.

Na história, muita coisa acontece ao mesmo tempo e cada uma leva a um evento, o mais impressionante é que, por mais louco que seja, tudo se encaixa. Nisso, é utilizado um recurso em que a trama é contada de forma não linear, ou seja, os produtores começam a brincar com os acontecimentos fazendo com que futuro, presente e passado se misturem, se intercalem para que o mistério seja mantido, o assassino permaneça em segredo e a nossa curiosidade alcance altos níveis. Portanto, no contexto da série funciona muito bem, pois permite que muita coisa seja possível, inclusive as mais loucas.



Enfim, a primeira temporada foi incrivelmente surpreendente, a segunda consegue ser ainda mais intrigante e ambas são muito bem elaboradas, nos gerando muitas emoções e nos prendendo com o mistério a cada segundo, isso é o que não nos permite piscar e nos faz ansiar pelos próximos episódios. "How to get away with muder" é tão viciante e até mesmo te faz questionar se você não é o próprio assassino.

Então, levando em conta as duas temporadas, a série recebe 4 pinguinzinhos:


Confira também a nota do IMDb:

How to Get Away with Murder (2014– ) on IMDb

Se você assim como a pinguim curte séries misteriosas, vai gostar conhecer essa também: Mr. Robot | Hello Friend 


Me contem, já assistiram e tiveram a sua curiosidade atiçada? Ficaram com vontade de assistir? Quem aí quer junto com a pinguim quer desvendar uns mistérios? Se gostaram da resenha compartilhem para que mais pessoas tenham acesso!
 
Acompanhe a Pinguim Tagarela nas redes sociais:

FacebookInstagramTwitter

Até a próxima tagarelice e não esqueçam que na aula de hoje a gente aprendeu a como sair impune de um assassinato!

36 comentários:

  1. eu sempre vejo essa série nas paginas e tal, mas nunca assisti ela, esse ano não quero começar muitas séries novas, por que não consigo por as antigas em dia, ma curti muito a resenha e adoro séries que envolvem tribunais e crimes. rsrs
    ano que vem eu começo ela com certeza!


    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, eu tô com várias atrasadas, mas sou louca e começo a ver novas mesmo hahaha

      Fica a dica para o futuro quem sabe, se é uma temática que você curte vale muito a pena!

      Beijoss

      Excluir
  2. EU SOU COMPLETAMENTE VICIADA, SÉRIO.
    Eu sofro de ansiedade, entonces, eu assisti no Netflix pra poder assistir tudo num final de semana e quase morri com a segunda temporada; amei sua resenha e acho que é por isso que gosto tanto da série, repleta de anti-heróis <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SOMOSSS DUAS O/

      Sou completamente viciada e tenho ansiedade também, me identifiquei muito com o teu comentário!

      Muito obrigada, uma das coisas que mais gostei é isso, eles são pessoas normais com problemas reais <3

      Beijosss

      Excluir
  3. Eu já ouvi falar da série, mas ainda não assisti nem o primeiro episódio. Na verdade, não tinha parado pra ler um post desse tamanho sobre ela ainda. E agora quero assistir o quanto antes. É uma série que aparentemente me agradará muuito!! "Já me aproveito desse momento para dizer que Viola Davis (Annelise Keating) rainha". Viola é incrível msm!!! haha
    Grande abraço, Diovana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que demais, me sinto lisonjeada!
      Espero que goste muito quando assistir e desejo que vicie hahaha
      É uma ótima série com um elenco incrível, tudo nela é muito boa!

      Conheci ela através dessa série e foi encanto a primeira vista, ela é maravilhosa tanto como atriz quanto como pessoa <3

      Abraços, Carlos!

      Excluir
  4. Tô louca pra começar a acompanhar.
    Adorei o post.
    Continue assim ;)
    Xoxo❤

    Blog Vivian Riguetti

    ResponderExcluir
  5. Quero muito assistir essa série!!! Quem sabe nas férias dá tempo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abençoada seja as férias que nos permite ver novas séries hahah

      Excluir
  6. Até agora, eu só assisti a primeira temporada e vamos falar a verdade essa série é divina! Estou looouca pra ver a segunda temporada.
    Meu sonho de criança era ser advogada, ver essa série aflorou de novo esse sonho. Tudo bem que tem muita "Hollywood" em certos momentos, mas isso me faz querer ser ainda mais uma advogada.
    Beijo!

    www.nannamais.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa série é tudo de bom, um serião hahaha <3
      O toque "Hollywoodiano" torna as coisas mais interessantezinhos, confesso ahhah

      Excluir
  7. Nunca tinha ouvido nem visto essa séria pela internet, mas confesso que ja vi algumas fotos por ai rolando no meu feed do facebook kk e sobre advocacia, deve ser super legal para quem cursa na faculdade! fiquei interessada em hehe beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série vem ganhando mais popularidade agora, eu me deparei com ela quando tinha várias pessoas do meu twitter comentando sobre, ai fiquei interessada e não me arrependi. Se você começar a ver, acredito que vai adorar também.

      Excluir
  8. HTGAWM é simplesmente minha série favorita! Maratonei em menos de um dia, e agora sofro toda semana esperando por um ep novo! Amo a série, as histórias e o desenrolar de todos os problemas! Amei demais e seu post está sensacionaaaaaal! beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MEU DEUSSSS, eu também, maratonei as temporadas em um final de semana de tão boa que é, fiquei bem viciada hahah

      Esperar episódio semanalmente é o sofrimento de todo seriador, a gente passa nervoso hahah

      AAAA, muito obrigada <3

      Excluir
  9. Acho que eu iria enlouquecer assistindo essa série haha, iria querer assistir tudo de uma vez! Sou muito ansiosa, quero saber logo das coisas...Me lembro de quando começei a assistir PLL rsrs foi bem assim.
    Parece ser bem legal mesmo...gostei da indicação :)

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou muito assim e, de fato, consumi todos os eps de uma só vez hahaha
      Se você gosta de séries assim, vai gostar muito de HTGAWM!!!

      Excluir
  10. TÔ DOIDA PRA ASSISTIR, termei Revenge, tô quase terminando FRIENDS e esse e Orange is the New Black estão no páreo acirrado pra serem as próximas, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô muito louca para ver OITNB, mas é tanta série para começar a ver que nunca sei qual começar primeiro. Espero que goste de HTGAWM, me conta dps o que achou.

      Excluir
  11. Eu realmente preciso parar de ler posts sobre séries. Nunca gostei de assistir, porque série é algo longo, e como quando eu começo quero terminar, me sinto presa, sabe? A única série que eu assisto é Once Upon a Time e assisti Strager Things, elas são meu xodós <3
    Sempre ouvi falar de HTGAWM, mas nem sabia do que se tratava. Depois de ler aqui, vi que tem essa coisa de ser uma história que vai e volta, entre o passado, presente e futuro, assim como OUAT e até mesmo ST. E tem aquela coisa do suspense, que só é desvendado no final, e mesmo assim dúvidas aparecem, assim como ST.
    ADIVINHA O QUE VOCÊ FEZ? AGORA EU QUERO ASSISTIR ESSA SÉRIE, MEU. TUDO CULPA SUA! kkkkk
    adorei esse post <3
    Beijossss

    ResponderExcluir
  12. Eu realmente preciso parar de ler posts sobre séries. Nunca vi essa serie
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Tenho muita curiosidade quanto a esse seriado. Já vi tantas resenhas, li tantas críticas, passei tantas vezes pela capa no Netflix que só aumenta minha vontade de conhecer melhor os casos, os julgamentos e a personagem principal que, sim, ela é rainha demais. Além da mulher atuar super bem, ela tem um papel tão importante no seriado que torna isso ainda mais especial. Gostei muito do fato de representar a minoria, acho que falta um pouco disso hoje em dia, mas sem tantas críticas, sabe? Sem o famoso mimimi rs. Adorei a resenha. Assim que minha vida se ajeitar quero botar em dia todos os seriados que deixei para trás, incluindo esse ♥

    ResponderExcluir
  14. Já ouvi falar dessa série e ela parece ser sensacional e muito Girl power! Eu gostei muito da sua resenha, escrita maravilhosa! Quero muito assistir, bjs!

    ResponderExcluir
  15. Faz muito tempo que quero assistir mas estava esperando achar algo sobre ela em algum blog da vida, agora que finalmente achei, amei! Vou assistir sem dúvida!

    Parabéns pelo blog! Sucesso!

    Veja de onde venho: https://shinybubbles.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Vou confessar que não acompanho essas séries, sou mais de séries de humor, aquelas que a gente assistia anos atrás, mas pela sua resenha eu pude me identificar com uma coisa, personagens comuns. É muito chato quando um personagem é perfeito, é o herói sempre e isso nos deixa longe da realidade, eu não consigo gostar desse tipo de personagem, acho que é por isso que sempre gostei dos vilões. kkk

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Já ouvi falar muito dessa série, mas nunca assisti. Adorei a resenha e depois dela a série entrou na minha lista! Adoro séries de mistério com personagens bem construídos. Mas o que me prendeu a atenção mesmo foi quando você mencionou a questão da representatividade das minorias e empoderamento. Também acho que a abordagem de temas polêmicos enriquecem a série.
    Beijoooos

    ResponderExcluir
  19. Eu já ouvi falar da série mais nunca parei realmente pra assistir
    ela parece ser ótima , o jeito que você descreve ela e sensacional
    bate mais vontade ainda de assistir.
    obg por compartilhar com a gente.

    ResponderExcluir
  20. Estou com muita vontade de assistir essas série, desde que estreou, mas como ja estou acompanhando 3 ao mesmo tempo acabei deixando essa de lado. Adoro esse estilo de enredo e agora com seu post fiquei mega curiosa, acabando essas que estou assistindo já me programei para começar pelo menos as 2 primeiras temporadas rsrs
    É duro ser louca por séries rsrs

    ResponderExcluir
  21. Nunca assisti a série, mas pareci ser incrível. Minha irmã assisti e adora demais ♥ aaah, que vontade de assitir :c se eu tivesse um pouco mais de tempo :'c
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oie, tudo bem? Omg não acredito que encontrei mais alguém que ama essa série. Você acredita que num final de semana só assisti as duas temporadas? É muita ansiedade para ver somente um episódio haha Agora comecei ver a terceira temporada, quem já gostou da primeira e segunda, com certeza vai adorar a terceira. O post ficou incrível amei a indicação de série. Beijos, Érika *-*

    ResponderExcluir
  23. meu primo é viciaderrimooooooo nessa serie
    e ela parece ótima!
    vou assistir uma hora dessas ♥

    ResponderExcluir
  24. Nossa eu vejo muito falarem disso.
    Parece muito interessante.
    Obrigada pela explicação... beijos.

    www.brilhamiga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Aaaaa a minha seriezinha linda!! Eu amo demais HTGAWM e saio panfletando ela pra todo mundo então quando vejo resenha dela (ainda mais em um bloguinho tão lindo) fico bem boba hahaha Eu amo a humanização que trouxeram pros personagens no roteiro e como os atores fazem ela parecer ainda mais real e quase palpável. A melhor demonstração dessa humanização é quando o Connor vai atrás do Oliver depois daquela noite e ele está tão transtornado, realmente me tocou muito. E quando a Michaela fica em choque também naquela noite, sério que atriz maravilhosa!

    P.S: Eu to muito boba com esse uso de pinguins pra classificar a série, amei! hahah
    Beijão

    Quero ser Miranda

    ResponderExcluir
  26. Eu comecei a ver ela e achei MARAVILHOSA, sério, como eu não vi essa série antes?
    Ainda estou nos primeiros episódios e é realmente tudo isso que você falou no post, e Viola Davis está lacradora nesse papel, ótima atriz!
    Adorei o post e as dicas :)
    Beijos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.